| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Folha do Delegado
Desde: 12/01/2011      Publicadas: 2101      Atualização: 14/12/2013

Capa |  ARQUIVO POLICIAL  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CASOS POLICIAIS MISTERIOSOS  |  CRIMINOSOS CRUEIS  |  DESTAQUES  |  DIREITO & JUSTIÇA  |  LIÇÕES DE VIDA  |  MEUS ARTIGOS


 CRIMINOSOS CRUEIS

  16/02/2011
  0 comentário(s)


Adriano da Silva " O Monstro de Passo Fundo

O serial killer da região de Passo Fundo Adriano, a quem se atribuíram 12 mortes, embora ele admita apenas oito, foi preso no Município de Maximiliano de Almeida, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, em janeiro de 2004

Adriano da Silva Adriano da Silva " O Monstro de Passo Fundo

O serial killer da região de Passo Fundo Adriano, a quem se atribuíram 12 mortes, embora ele admita apenas oito, foi preso no Município de Maximiliano de Almeida, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, em janeiro de 2004. Na Polícia e em Juízo, Adriano, também conhecido como Monstro de Passo Fundo, revelou detalhes sobre as mortes dos meninos, revelando - sem demonstrar nenhuma emoção - como imobilizava suas vítimas. Garantiu também que só abusava sexualmente dos meninos depois de matá-los. Nunca, segundo o depoimento, levava nada das crianças, nem roupas ou objetos. Adriano já tinha sido condenado por latrocínio, roubo seguido de morte, formação de quadrilha e ocultação de cadáver, no Paraná. Silva era procurado desde 2001, quando teria escapado da cadeia no Paraná, onde cumpria pena de 27 anos pela morte desse taxista. Desde então, circulou pelo interior gaúcho sob nomes falsos e vivendo de bicos. Interrogado pelos policiais, Silva confessou os crimes. Dos 27 anos de detenção que tinha para cumprir, fugiu depois de seis meses. Durante as investigações feitas pela Polícia gaúcha do RS chegou a ser preso, mas foi solto por falta de provas. O assassino carregava luvas e um lenço, para não deixar impressões digitais. Questionado sobre tamanha brutalidade, Silva falou de "uma vontade íntima, de um vício". Um detalhe espantoso nesse caso é que, nos últimos meses, antes de ser definitivamente acusado e confessar as oito mortes, o presidiário chegou a ser detido três vezes - uma por furto, outra por estar com uma faca e a terceira quando o avô de um dos meninos mortos suspeitou dele. Mas acabou solto em todas as ocasiões porque a polícia não sabia estar diante de um foragido. Silva disse aos policiais ter perdido os documentos e se identificou como Gabriel, nome de seu irmão. A desculpa foi suficiente para enganar a polícia, mas já se sabe que nada teria acontecido ainda que Adriano da Silva fosse identificado. Durante muitos meses, a Secretaria de Segurança do Paraná, Estado de onde ele fugiu, deixou de alimentar o sistema nacional de informações policiais. Ou seja, não haveria como saber que se tratava de um bandido foragido. Em liberdade, Silva mataria uma vez mais. Novamente, a polícia o capturou com a ajuda de uma testemunha que viu a vítima com o assassino.Entrevistado em 2010 ele alegou que só cometeu um dos 12 homicidios e que foi forçado a confessar os demais crimes, alegando que uma rede cometia os assassinatos e que se ele se negasse a confessar, a familia dele correria riscos.
  Autor:   redenet11.blogspot.com


  Mais notícias da seção DIVERSOS no caderno CRIMINOSOS CRUEIS
29/04/2013 - DIVERSOS - Horror absoluto: o genocídio silencioso
Um velho ditado diz que os mortos terão sua vingança. Haverá sangue, dizem. O sangue dos mortos será o sangue da vingança. Sabe-se que algumas lápides já se movem e as árvores falam para trazer os culpados à justiça. Os astutos assassinos foram expostos pelos místicos presságios nos sinais dos abutres e das gralhas.Shakespeare, "Macbeth," Ato 3, Se...
19/12/2012 - DIVERSOS - Uma sociedade de matadores
Ao mesmo tempo, essa sociedade tem dado ao mundo excepcionais pensadores, escritores e cineastas que, de certa forma, procuram compensar a brutalidade construída para a defesa dos poderosos titãs das finanças e das corporações industriais que, há mais de cem anos, vem conduzindo a economia e a política internacional, em seu proveito....
23/11/2011 - DIVERSOS - HITLER E A CRUZ JAÍNA OU SUÁSTICA
O Tibete é o lugar dos mistérios insondáveis há tempos imemoriais, pois segredos abissais são passados de geração a geração pelos budistas da região localizada no "teto do mundo", interagindo em práticas religiosas os poderes das magias branca e negra....
13/11/2011 - DIVERSOS - O MÉDIUM DO ANTICRISTO
Tinha uma longa e fascinante história aquele rústico pedaço de ferro. O jovem mergulharia nela a fundo nos próximos anos. Chamava-se ele Adolf Hitler....
17/02/2011 - DIVERSOS - Elias Maluco
Elias Pereira da SilvaElias Maluco (sem camisa, ao centro) sendo apresentado pela polícia após sua prisão em 2002...
17/02/2011 - DIVERSOS - Marcos Antunes Trigueiro (o maniaco de contagem)
Marcos Antunes Trigueiro (Brasília de Minas, 29 de maio de 1978), conhecido como o Maníaco do Industrial ou Maníaco de Contagem, é um ex-motorista brasileiro acusado de ser um assassino em série de mulheres que agia em Contagem e Belo Horizonte, Minas Gerais. Marcos estuprou e assassinou cinco mulheres entre 17 de abril de 2009 e 26 de fevereiro de...
16/02/2011 - DIVERSOS - Ottis Toole
Ottis Toole (5 de março de 1947 - setembro de 1996) nativo de Jacksonville, Flórida. Autor de incontáveis crimes e homicídios em diversos estados dos EUA....
16/02/2011 - DIVERSOS - Laerte Patrocínio Orpinelli " O Andarilho de Rio Claro
Número de vítimas: 6 ou maisLocal dos crimes: São PauloPeríodo: 1996 a 1997...
16/02/2011 - DIVERSOS - O BANDIDO DA LUZ VERMELHA
João Acácio Pereira da Costa (conhecido como Bandido da Luz Vermelha) (Joinville, 24 de junho de 1942 " Joinville, 5 de janeiro de 1998), foi um notório criminoso brasileiro....
16/02/2011 - DIVERSOS - Francisco das Chagas Rodrigues de Brito
É considerado o maior assasino em série brasileiro em número de vítimas, superando o Vampiro de Niterói, até então o primeiro do ranking de assassinos seriais do país....
16/02/2011 - DIVERSOS - Preto Amaral " O Primeiro "serial killer" brasileiro
José Augusto do Amaral ou "Preto Amaral" ficou conhecido na história como o primeiro "serial killer" brasileiro, por ter assassinado 3 jovens rapazes e cometido necrofilia com os corpos ainda quentes, em 1926....
16/02/2011 - DIVERSOS - Francisco de Assis Pereira - Maníaco do Parque
Francisco de Assis Pereira, vulgo Maníaco do Parque, é um assassino em série brasileiro que estuprou, torturou e matou pelo menos 11 mulheres. O referido Parque é o Parque do Estado, situado na região sul da cidade de São Paulo. Nesse local foram encontrados vários corpos das vítimas....
16/02/2011 - DIVERSOS - O maníaco do Trianon
Suas vítimas eram profissionais bem-sucedidos, que moravam sozinhos e eram homossexuais. Os crimes aterrorizaram a comunidade gay da época, já assustada com a escalada de violência contra os homossexuais por conta da disseminação do vírus da Aids....
15/02/2011 - DIVERSOS - A história criminosa de Richard Ramirez A.K.A The Night Stalker
Nascido no ano de 1960 em El Paso, Texas (E.E.U.U.). Vivia com seus pais e seis irmãos. Como vários outros "serial killers", os seus crimes começaram cedo (quando ele tinha em torno de 9 anos) e eles iam desde abuso de drogas à assaltos à mão armada...



Capa |  ARQUIVO POLICIAL  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CASOS POLICIAIS MISTERIOSOS  |  CRIMINOSOS CRUEIS  |  DESTAQUES  |  DIREITO & JUSTIÇA  |  LIÇÕES DE VIDA  |  MEUS ARTIGOS
Busca em

  
2101 Notícias