| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Folha do Delegado
Desde: 12/01/2011      Publicadas: 2101      Atualização: 14/12/2013

Capa |  ARQUIVO POLICIAL  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CASOS POLICIAIS MISTERIOSOS  |  CRIMINOSOS CRUEIS  |  DESTAQUES  |  DIREITO & JUSTIÇA  |  LIÇÕES DE VIDA  |  MEUS ARTIGOS


 CRIMINOSOS CRUEIS
  16/02/2011
  0 comentário(s)


Preto Amaral " O Primeiro "serial killer" brasileiro
José Augusto do Amaral ou "Preto Amaral" ficou conhecido na história como o primeiro "serial killer" brasileiro, por ter assassinado 3 jovens rapazes e cometido necrofilia com os corpos ainda quentes, em 1926.
Preto Amaral Preto Amaral " O Primeiro "serial killer" brasileiro

José Augusto do Amaral ou "Preto Amaral" ficou conhecido na história como o primeiro "serial killer" brasileiro, por ter assassinado 3 jovens rapazes e cometido necrofilia com os corpos ainda quentes, em 1926.

Nascido no interior de Minas Gerais em 1871, era filho de escravos. Liberto aos 17 anos, quando a princesa Isabel assinou a lei Áurea, entrou para o exército que era uma das poucas ocupações disponíveis para os negros na época. Amaral serviu no país inteiro. Na Guerra de Canudos chegou a tenente.Ele também foi parte do batalhão da brigada policial e de vários outros batalhões, sendo que ele, na maioria, acabava por desertá-los. Até que em Bagé ele se juntou a o exercito nacional, onde ao desertar foi preso, e teve que responder ao conselho de guerra. Foi condenado a sete meses de prisão no quartel.

Depois de rodar o Brasil como voluntário da Pátria, Amaral já com 56 anos, virou andarilho vivendo de bicos em São Paulo. Tinha tudo para morrer desconhecido até que em 1927 foi preso acusado de seduzir, estrangular e estuprar (assim, nessa ordem mesmo) 3 rapazes. Confessou todos. Segundo seu próprio depoimento, ele seduzia com promessa de pagamento por algum serviço, depois asfixiava para então estuprar o cadáver das vítimas.

A imprensa pirou com a notícia: jornais traziam manchetes sobre o "monstro negro", o "diabo preto", o "estrangulador de crianças". Mas na verdade, a sua primeira vítima, Antônio Sanches, já tinha 27 anos. Amaral disse no depoimento que o encontrou próximo da praça Tiradentes quando a vítima lhe pediu fósforos. Depois de tomarem café num botequim, Amaral o teria convidado para assistir um jogo de futebol. O corpo foi encontrado próximo ao aeroporto do Campo de Marte.

A segunda vítima era José Felippe Carvalho de 12 anos, morto na véspera de Natal de 1926. O menino foi atraído ganhando de presente alguns balões que Amaral vendia na região do Canindé. O corpo foi encontrado 13 dias depois, já sem os membros superiores.

A terceira vítima foi Antônio Lemes de 15 anos. O menino passeava pelos arredores do Mercado Municipal de São Paulo, quando foi abordado por Amaral que o atraiu oferecendo-lhe um almoço. Logo depois, partiram num bonde rumo à Lapa. Quando seu corpo foi encontrado, a polícia se deu conta de que São Paulo tinha um assassino serial.

Amaral só foi preso graças a Roque Piccili, um engraxate de 9 anos. Ele levou o menino para debaixo de uma ponte e o estava estrangulando quando ouviu vozes, se assustou e fugiu. Ao voltar, não encontrou a sua quase vítima, que a essa altura já estava na delegacia delatando-o. Amaral foi preso e torturado. O psiquiatra que examinou Amaral, levou em consideração seu grande pênis como "indício de sua bestialidade". Na época era comum relacionar o tamanho do Pênis do criminoso com o tamanho do crime.

Os jornais da época continuaram a noticiar casos semelhantes, mesmo depois de sua prisão, o que aumentou ainda mais a sua lenda. A população clamava por linchamento ou execução, mas acabaram frustrados, pois Amaral morreu antes de ser julgado, 5 meses após sua prisão.
  Autor:   redenet11.blogspot.com/2011/01/preto-amaral-o-primeiro-serial-killer.html


  Mais notícias da seção DIVERSOS no caderno CRIMINOSOS CRUEIS
29/04/2013 - DIVERSOS - Horror absoluto: o genocídio silencioso
Um velho ditado diz que os mortos terão sua vingança. Haverá sangue, dizem. O sangue dos mortos será o sangue da vingança. Sabe-se que algumas lápides já se movem e as árvores falam para trazer os culpados à justiça. Os astutos assassinos foram expostos pelos místicos presságios nos sinais dos abutres e das gralhas.Shakespeare, "Macbeth," Ato 3, Se...
19/12/2012 - DIVERSOS - Uma sociedade de matadores
Ao mesmo tempo, essa sociedade tem dado ao mundo excepcionais pensadores, escritores e cineastas que, de certa forma, procuram compensar a brutalidade construída para a defesa dos poderosos titãs das finanças e das corporações industriais que, há mais de cem anos, vem conduzindo a economia e a política internacional, em seu proveito....
23/11/2011 - DIVERSOS - HITLER E A CRUZ JAÍNA OU SUÁSTICA
O Tibete é o lugar dos mistérios insondáveis há tempos imemoriais, pois segredos abissais são passados de geração a geração pelos budistas da região localizada no "teto do mundo", interagindo em práticas religiosas os poderes das magias branca e negra....
13/11/2011 - DIVERSOS - O MÉDIUM DO ANTICRISTO
Tinha uma longa e fascinante história aquele rústico pedaço de ferro. O jovem mergulharia nela a fundo nos próximos anos. Chamava-se ele Adolf Hitler....
17/02/2011 - DIVERSOS - Elias Maluco
Elias Pereira da SilvaElias Maluco (sem camisa, ao centro) sendo apresentado pela polícia após sua prisão em 2002...
17/02/2011 - DIVERSOS - Marcos Antunes Trigueiro (o maniaco de contagem)
Marcos Antunes Trigueiro (Brasília de Minas, 29 de maio de 1978), conhecido como o Maníaco do Industrial ou Maníaco de Contagem, é um ex-motorista brasileiro acusado de ser um assassino em série de mulheres que agia em Contagem e Belo Horizonte, Minas Gerais. Marcos estuprou e assassinou cinco mulheres entre 17 de abril de 2009 e 26 de fevereiro de...
16/02/2011 - DIVERSOS - Ottis Toole
Ottis Toole (5 de março de 1947 - setembro de 1996) nativo de Jacksonville, Flórida. Autor de incontáveis crimes e homicídios em diversos estados dos EUA....
16/02/2011 - DIVERSOS - Laerte Patrocínio Orpinelli " O Andarilho de Rio Claro
Número de vítimas: 6 ou maisLocal dos crimes: São PauloPeríodo: 1996 a 1997...
16/02/2011 - DIVERSOS - O BANDIDO DA LUZ VERMELHA
João Acácio Pereira da Costa (conhecido como Bandido da Luz Vermelha) (Joinville, 24 de junho de 1942 " Joinville, 5 de janeiro de 1998), foi um notório criminoso brasileiro....
16/02/2011 - DIVERSOS - Francisco das Chagas Rodrigues de Brito
É considerado o maior assasino em série brasileiro em número de vítimas, superando o Vampiro de Niterói, até então o primeiro do ranking de assassinos seriais do país....
16/02/2011 - DIVERSOS - Adriano da Silva " O Monstro de Passo Fundo
O serial killer da região de Passo Fundo Adriano, a quem se atribuíram 12 mortes, embora ele admita apenas oito, foi preso no Município de Maximiliano de Almeida, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, em janeiro de 2004...
16/02/2011 - DIVERSOS - Francisco de Assis Pereira - Maníaco do Parque
Francisco de Assis Pereira, vulgo Maníaco do Parque, é um assassino em série brasileiro que estuprou, torturou e matou pelo menos 11 mulheres. O referido Parque é o Parque do Estado, situado na região sul da cidade de São Paulo. Nesse local foram encontrados vários corpos das vítimas....
16/02/2011 - DIVERSOS - O maníaco do Trianon
Suas vítimas eram profissionais bem-sucedidos, que moravam sozinhos e eram homossexuais. Os crimes aterrorizaram a comunidade gay da época, já assustada com a escalada de violência contra os homossexuais por conta da disseminação do vírus da Aids....
15/02/2011 - DIVERSOS - A história criminosa de Richard Ramirez A.K.A The Night Stalker
Nascido no ano de 1960 em El Paso, Texas (E.E.U.U.). Vivia com seus pais e seis irmãos. Como vários outros "serial killers", os seus crimes começaram cedo (quando ele tinha em torno de 9 anos) e eles iam desde abuso de drogas à assaltos à mão armada...



Capa |  ARQUIVO POLICIAL  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CASOS POLICIAIS MISTERIOSOS  |  CRIMINOSOS CRUEIS  |  DESTAQUES  |  DIREITO & JUSTIÇA  |  LIÇÕES DE VIDA  |  MEUS ARTIGOS
Busca em

  
2101 Notícias